AUTO DA BARCA DO PURGATÓRIO

O “Auto da Barca do Purgatório”, de Gil Vicente, foi escrito num momento de transição, quando o homem abandonava as trevas medievais e emergia para a luz do humanismo e esse conflito domina a obra, isto é, ao mesmo tempo que o autor critica a sociedade de seu tempo, seu pensamento continua centrado em Deus.
Essa peça foi representada pela primeira vez nas matinas de Natal, em 1518 e ela é a segunda de uma trilogia da qual também fazem parte o “Auto da Barca do Inferno” e “O Auto da Barca da Glória”.

Autor: Gil Vicente
Gênero: Auto
Personagens: 13

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s