DOROTEIA

Dorotéia, ex-prostituta que largou a professou depois da morte do filho, vai morar na casa de suas primas, três viúvas puritanas e feias que não conseguem exergar os homens e não dormem para não sonhar. Ao contrário das mulheres da família, Dorotéia é bonita, exuberante e não tem aversão aos homens. Mas, em troca de abrigo, aceita se tornar tão feia e puritana como as primas. Dorotéia, que estreou em 1950, é uma das peças míticas de Nelson. Nela os homens estão ausentes: eles só aparecem na fala das personagens femininas.

Autor: Nelson Rodrigues
Gênero: Farsa
Personagens: 6

Download via oficinadeteatro.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s