Fomos conferir: Jardim de Inverno

Com direção de Marco Antônio Pâmio, dramaturgia e tradução de Fabrício Pietro, no elenco Andreia Horta, Pietro e grande elenco, o espetáculo é adaptado do romance “Revolutionary Road” (1961) de Richard Yates e retrata questões como o conformismo, padrões de vida “ideais” exigidos dos meios sociais e como as pessoas criam suas relações inter e intrapessoais a partir desse quadro, e nós do TeE fomos conferir na pré-estreia e te contamos tudo que achamos, vem com a gente!

Fonte: Divulgação Felipe Felizardo

A peça começa com a ambientação da vizinhança de uma cidade pequena, onde vemos os personagens em cena criando relações com gestos formais e “ensaiados”, como por exemplo, acenando com um grande sorriso montado, passando uma ideia de futilidade, estabelecendo-se como um ótimo retrato social da classe média suburbana durante o restante da peça.

O elenco composto por Erica Montanheiro, Iuri Saraiva, Martha Meola, Ricardo Ripa, Luciano Schwab, Aline Jones, Julia Azzam e Lucas Amorim cria personas em cena que refletem arquétipos sociais, alguns quase beirando a caricatura, tornando-se uma crítica bem estabelecida à uma sociedade que busca viver de falsas aparências, cobrindo as rachaduras internas que cada núcleo tem, tanto os familiares como os trabalhistas.

A cenografia e iluminação contribuem com a objetividade da narrativa, onde elementos concisos e sintéticos recriam os ambientes principais da peça. A indumentária reflete bem os anos 50 que vivem os personagens, que usam tons pastéis e peças formais de acordo com o local de cada cena.

Fonte: Divulgação Felipe Felizardo

Mas sem sombra de dúvidas a grande potência do espetáculo está na relação entre os atores Andreia Horta e Fabrício Pietro, que dão vida aos personagens April e Frank Wheeler. Ambos constroem aspirações, inspirações (ou a falta delas) e contradições inerentes ao ser humano, mostrando em cena não apenas um trabalho corporal muito orgânico, mas também um jogo de poder entre os personagens, que exploram forças e fraquezas distintas que se chocam o tempo todo. É um trabalho artesanal onde cada olhar, respiração, movimentação e troca é intencionado, sensível. Um dos melhores trabalhos de atores que já vi em cena.

Outro ponto alto é a relação com o personagem John Givings, interpretado por Iuri Saraiva. São cenas que criam uma tensão devido ao quadro psicológico de John, mas que têm desenrolar cômico devido a honestidade abrupta e a sensação de ele ser o mais lúcido de todos, apesar de considerado louco. Única ressalva é que a transição entre o cômico e o trágico no ápice da tensão com o personagem não fica tão bem estabelecida, perdendo força em um dos momentos que trazem a fala mais friamente dolorosa de John, podendo ser encarada como um simples devaneio da personagem, o que passa longe de ser.

Com finalização que mescla um enredo digno de tragédia grega, estética com elementos épicos e pós-modernos, e dando plasticidade (no duplo sentido) à ideia dos personagens estarem presos em suas bolhas, o espetáculo discute assuntos atemporais como o conformismo, a displicência em troca de conforto e “segurança”, se tornando um convite potente à reflexão, que com certeza irá te emocionar e terá efeito catártico em sua vida. Recomendamos, pois para nós foi uma das melhores experiências teatrais do ano de 2019. Evoé!

SERVIÇO:

JARDIM DE INVERNO
Duração: 100 minutos. 
Classificação: 14 anos.
Ingressos: R$ 50 (inteira); R$25 (meia-entrada).
Temporada: De 11 de outubro a 17 de novembro. Sexta 21h30, sábado 21h e domingo 20h.
TEATRO RAUL CORTEZ – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo.

ESCRITO POR: JOHN MARQUES

1 comentário

  1. FP

    John, agradeço sua generosidade, mas principalmente seu olhar extremamente atento a história que contamos. Não é a primeira vez que te leio e seus apontamentos são claros e objetivos.
    Obrigado por trazer luz ao teatro.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s