ÂNIMA

A Trupe Ânima parte de uma vontade: trabalhar o riso, o circo e a narrativa como partes de um espetáculo em que junta, não apenas números aleatórios, mas uma história que mostra as dificuldades de ser artista em nossa sociedade. Diante disso,  a estética mambembe não aparece só como linguagem, mas também como um  espelhamento do próprio processo, além de alcançar outro ponto fundamental de nossa pesquisa, o de comunicar a todos os públicos sem qualquer distinção.   

Na trama, a trupe de artistas mantém em seu repertório uma releitura de números clássicos, mas com um grupo constituído apenas por palhaços. O mergulhar na arte da palhaçaria e a reformulação dos números para revelar novas possibilidades de comicidade trazem um novo desafio de pesquisa para o trabalho, cujo objetivo final é desnudar o olhar do palhaço, que releva as dificuldades da vida mambembe para se deslumbrar com aquilo que faz de melhor: a Arte.    

SINOPSE  
Quais são as tradições que estão sendo perdidas? Ânima é um espetáculo que visa tocar o espectador em sua memória circense. Trazer o questionamento sobre o apagamento do riso como elemento orgânico da sociedade.    
A história conta a trajetória de um velho circo no qual uma de suas principais integrantes parte: a palhaça Carabina. Com sua partida se veem na necessidade de ter uma nova integrante e quem responde ao anúncio é uma jovem palhaça. A jovem, ao perceber que o circo está em frangalhos, confronta os artistas circenses no âmbito de mostrar a eles que já estão decadentes e esquecidos, já os artistas propõem conduzir a jovem pelo universo palhacesco, demonstrando que o amor pela arte e a vontade de continuar são mais importantes que as condições adversas, criando assim, o embate entre o esquecimento da arte circense e sua renovação.   

FICHA TÉCNICA
Texto: Fernanda Suaiden    
Direção: Isaac Ruy   
Assistência de Direção :  Malu Frizzo   
Elenco :
Fernanda Suaiden
Fernanda Stéfano
Júlia Navarro
Maike Marques
Malu Frizzo   
Mirielen Dollvik   
Pablo Azevedo Isaac Ruy
Luz: Isaac Ruy
Cenário: Malu Frizzo e Pablo Azevedo   
Figurino: Isaac Ruy   
Trilha original: Gustavo Rodrigues, Júlia Navarro, Maike Marques, Pedro Canales
Produção: Trupe Ânima   

Serviço:
Até 22 de março
sábados e domingos 18h
Local: sala Vange Leonel da SP Escola de teatro,

De 08 a 29 de abril,
às quartas 21h,
Local: teatro Parlapatões.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s