William Kemp

Amigo de William Shakespeare, e um dos sócios do Teatro Globe, William Kemp era baixinho, magro, descabelado e um ótimo instrumentista. Mas não era só isso, ele também tinha pés agilíssimos e era ótimo dançarino, o que fazia dele um excelente intérprete das morris dances (danças folclóricas em que os homens colocam guizos nos tornozelos).

Muitos dos papéis de comédia escritos por Shakespeare foram para Kemp: Peter (o criado da Ama em Romeu e Julieta), Gobbo, o juíz Shallow (Henrique IV e As Alegres Comadres de Windsor), Cade e o prefeito (Henrique VI), Dogberry (Muito barulho por nada), Costard, Touchstone (Como quiseres), e Launce (Os dois cavalheiros de Verona).

Conhecido como “inculto, bondoso e honesto”, William Kemp também era muito atrevido, em cena, muitas vezes se entusiasmava e começava a improvisar e inventar os textos, a ponto de a peça parar e seus colegas entrarem em pânico, mas o público, que já o conhecia, adorar suas peripécias. Quando fazia tudo certo recebia muitos aplausos, até mesmo da rainha Elizabete I.

Tarlton e Kemp tinham muito em comum, por isso foi Kemp quem ocupou o lugar do amigo após sua morte em 1588.
Em 1587 fez uma excursão (desde a Quaresma até 1º de Agosto) que levou os Leicester’s Men até Stratford no início de Julho, foi quando provavelmente conheceu Shakespeare.
Trabalharam juntos por 12 anos, até terem uma desavença séria. Dizem que Kemp tomou liberdades comprometedoras com o papel de Dogberry, o que teria deixado magoado seu amigo que escreveu o papel especialmente para ele.

Por volta do início de 1600 a companhia em que trabalhavam foi obrigada por lei a interromper suas atividades. Então Kemp aproveitou para realizar um feito inédito: foi interpretando sua morris dance, de Londres até Norwich acompanhado por um tocador de tambor. Saiu da casa do prefeito de Londres dia 11 de Fevereiro de 1600 e chegou até a residência do prefeito de Norwich no dia 8 de Março.
Quando voltou para casa, não retornou mais ao Teatro Globe, mesmo sendo, como Shakespeare, um dos sócios.
Kemp vendeu sua participação no Globe e partiu em uma jornada dançante pela Europa, ao retornar, entrou para a companhia Worcester’s Men.

O afastamento de Kemp coincidiu com a época em que Shakespeare estava escrevendo Hamlet. Há um momento em que Hamlet chama atenção dos atores, e nesse momento achamos que se dedica a Kemp e o desrespeito dele pelo texto.
Se prestarmos atenção, podemos notar uma semelhança entre William Kemp e Hamlet: Kemp e mais seis atores foram a Helsingore e prestaram serviços ao rei Frederico da Dinamarca por três meses, em 1586, justamente o ano em que a companhia visitou Stratfort. Existe até mesmo a possibilidade de Kemp ter dado informações sobre aquela corte a Shakespeare, que em Hamlet lhe dá o nome de Elsinore.

William Kemp morreu em 1603, em um dos mais terríveis surtos de peste.

Bibliografia:
Sérgio Viotti – O teatro de Shakespeare

Texto por: Gabrielle Risso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s