Cine Africa

Ainda dá tempo de curtir os últimos meses da Mostra de Cinemas Africanos, rolando desde do dia 10 de setembro a mostra vai até 02 de dezembro e reúne filmes de curta e longa-metragem dos cinemas africanos contemporâneos, o festival traz filmes realizados por cineastas de diversos países da África protagonizados por africanos e afrodescendentes dando uma chance ao público brasileiro de abrir os horizontes para uma cultura audiovisual com estéticas e temáticas pouco vistas e conferir filmes em sua maioria inéditos no Brasil.

Toda quinta feira um filme diferente é estreado e fica na plataforma do Cinesesc durante uma semana totalmente gratuito, você ainda tem a chance de acompanhar uma entrevista exclusiva com o diretor ou diretora.

Fechando o evento você vai ter acesso a um e-book exclusivo desenvolvido ao longo das atividades, com textos sobre o universo do cinema africano, tem artigos, ensaios, entrevistas e críticas.
Até dezembro você ainda pode acompanhar 9 filmes inéditos na plataforma, entre eles:

O Fantasma e a Casa da Verdade,
de Akin Omotoso.

Disponível dos dias 08 a 12 de outubro o filme conta a história de Bola Ogun uma conselheira que media sessões de reconciliacão  entre condenados e as vítimas de seus crimes, até sua própria filha ser sequestrada.

Madame Brouette, de Moussa Sene Absa

Disponível dos dias 22 a 28 de outubro o longa acompanha a emocionante história de Niayes Thiokeert, uma mulher que confessa ter matado o marido e todas as habitantes do local se juntam em sua defesa. O filme segue o caminho inverso da história, desvendando o que pode tê-la feito tomar essa atitude.

Nada de Errado, de Ebuka Anokwa

Disponível dos dias 05 a 12 de novembro Nada de Errado é um documentário filmado após a morte do imigrante nigeriano Mike Ben Peter durante uma prisão em 2018, ele dá voz a imigrantes africanos em situação precária que vivem em Lausanne, Suíça. 

Supa Modo, de Likarion Wainaina

Disponível dos dias 26 de novembro a 02 de dezembro, fechando com chave de ouro Supa Modo é sobre uma menina de nove anos que tem uma doença terminal, Jo sai do hospital para viver seus últimos dias em casa com a mãe e a irmã. Seu único conforto nesse momento difícil e sonhar em ser uma super heroína e sua família juntamente com a comunidade local tentam tornar seu sonho possível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s